fbpx

Tudo o que você precisa saber sobre o Protheus Lobo-Guará

A versão 12.1.17 do ERP Protheus da TOTVS será descontinuada em dezembro de 2019. Saiba mais sobre isso e como fazer a migração do sistema

Talvez você ainda não saiba ou talvez tenha entrado aqui justamente por isso. De qualquer forma, o assunto aqui começa com o fato de que a versão 12.1.17 do ERP Protheus da TOTVS será descontinuada em dezembro de 2019. 

E a Implanta Tecnologia, como uma das especialistas no suporte e gestão do sistema, resolveu fazer um post exclusivo para falarmos sobre esse assunto. 

Para início de conversa, precisamos esclarecer um ponto fundamental. Para funcionar, as novas atualizações (12.1.23 e 12.1.25) também requerem o uso de um novo appserver lançado em conjunto com a versão, chamado Lobo Guará.

Muitas pessoas do meio estranharam esse nome, mas é isso mesmo. Essa nomenclatura foi acordada durante a conferência Coffee and Code, da TOTVS, com o intuito de homenagear o mercado brasileiro. O  Lobo-Guará, além de ser um animal da fauna nacional, é rápido e representa mudança. 

A empresa já anunciou que essa será a tendência para os próximos anos, as próximas atualizações também serão variações do nome e os números que designavam as funções estão oficialmente aposentados. 

Por essas e por outras o binário Lobo-Guará do Protheus da TOTVS é um marco e aqui nesse post você vai descobrir: 

  • Quais serão as principais mudanças; 
  • Porque a melhor estratégia é migrar diretamente para o 12.1.25. 

Confira! 

O que é a versão Lobo-Guará e qual a sua importância? 

Antes de começarmos, vamos nos aprofundar sobre o appserver Lobo Guará, responsável por conectar o Protheus, dentre outros ERP da TOTVS, com algum banco de dados.

Anteriormente, a infraestrutura do sistema era baseada em arquivos no servidor o que diminuía consideravelmente a eficiência. O Lobo Guará foi desenvolvido justamente para otimizar a capacidade de memória do sistema. 

Ao passar essa estrutura para um SGBD (Sistema Gerenciador de Banco de Dados). Isso não é obrigatório, no entanto,  aumenta o desempenho do sistema em até 30%. Além de substituir inteiramente as versões anteriores, o appserver representa uma grande evolução tecnológica para o ERP Protheus.

E essa é apenas uma das mudanças. 

Principais atualizações do binário Lobo Guará da TOTVS 

Mudar normalmente é bom mesmo que as pessoas resistam. Algumas empresas estão apreensivas com a atualização justamente porque altera muita coisa. Mas não tem jeito, o novo sempre vem. A versão anterior vai parar de receber suporte da TOTVS a partir de 2020.

Então o conselho é familiarizar-se com as mudanças. A parte boa é que são bem vantajosas e vão incrementar a atuação do sistema como um todo. Dentre elas, destacam-se: 

  • Aumento da performance; 
  • Abertura mais rápida; 
  • Otimização do programa; 
  • Melhoria da configuração do ambiente; 
  • Garantias da recuperação das informações; 
  • Padronização dos códigos; 
  • Ganho de velocidade;
  • Compatibilidade com futuras atualizações. 

No ERP, todas as informações são baseadas em Dicionário de Dados, reunidos em metadados. Com o Lobo-Guará, todos esses dados e outros arquivos transacionais podem ser migrados para o Banco de Dados. 

Isso é interessante porque facilita a recuperação de informações na ocorrência de alguns imprevistos, como no caso de interrupções no ambiente de gestão (queda de energia, por exemplo). Além disso, simplifica a instalação para o cliente porque deixa de ter um componente a mais para configurar e se preocupar. 

Por isso, queremos compartilhar com vocês a orientação que estamos oferecendo aos nossos clientes. A melhor estratégia é migrar diretamente para a versão 12.1.25. Vamos mostrar o porquê. 

Por que optar por atualizar diretamente para a versão 12.1.25

A atualização 12.1.23 trouxe grandes mudanças, como você pode ver, mas como todas as atualizações do Protheus, expira em apenas 18 meses após sua expedição, ou seja, em setembro de 2020.

Por isso, o conselho é migrar diretamente para a versão 12.1.25, lançada em julho de 2019. Fora o fato de que o ciclo de vida é maior, essa atualização também traz novas funcionalidades que podem ser vistas no site da release da TOTVS.

Uma delas é o controle da numeração automática de documentos e registros, algo que poderia ser feito pelo SXE/SXF, será passado ao License Server e garantirá uma performance até 36 vezes melhor. 

Além disso, outra funcionalidade que destaca-se é o aumento da segurança ao mover o controle de processo do arquivo para a memória. Vale lembrar que o License Server passará a ser obrigatório nessa atualização, já que o SXE/SXF será descontinuado.

Como explicamos, a versão 12.1.17  do Protheus e o antigo binário serão descontinuados a partir do final do ano , não recebendo mais atualizações.

Uma outra dica final é: faça isso o mais rápido possível e não deixe para a última hora. Primeiro porque no processo de atualização, podem ocorrer algunserros. Então, muitos testes e possíveis correções precisarão ser feitos até que você tenha um resultado satisfatório. 

Segundo porque é um procedimento que vai existir a validação pelos colaboradores e pode ser necessário algumas tratativas. Sempre será necessário um tempo razoável para que seus colaboradores usem a ferramenta e descubram outros problemas. 

Isso pode demorar algumas semanas e você precisará de tudo pronto antes da antiga versão ser descontinuada.

Esperamos que esse post tenha solucionado as suas dúvidas em relação ao tema. Estamos disponíveis 100% para ajudá-los no que for necessário, entre em contato com algum dos nossos consultores e faça uma avaliação.

Rolar para cima